1 O QI voltou!

domingo, 25 de agosto de 2013
Oie!
O Querido Intercâmbio está de volta! aeee. Todos vocês já me acompanharam na viagem de Wisconsin, no meu primeiro intercâmbio. Dessa vez, o destino é Buenos Aires. Vou ficar por aqui por seis meses, estudando na faculdade.
O estilo do blog vai ser o mesmo, mas em uma "College Edition", haha.

Vem acompanhar meus relatos e viaje comigo para Argentina.

Te espero lá: www.queridointercambio.com.br

Beijos,
Gabriela Alegre

17 Adeus "Querido Intercâmbio"

terça-feira, 19 de junho de 2012

Parece que eu tenho adiado para terminar esse blog.. o dia chegou! ):
Foi óótimo poder compartilhar a minha experiencia por aqui. Espero que vocês tenham gostado de me acompanhar nesse ano um tanto diferente da minha vida.
Eu já não sou mais uma intercambista, porque desde o momento que eu entrei no avião para NY "cortei relações" com o Rotary.
Eu não vou excluir o Q.I, para quem quiser ainda ler e para ter como relembrar quando eu for mais velha.
Obrigada por todos os comentários, elogios e criticas. Sem seus fiéis leitores, o Querido Intercâmbio não teria chegado a dimensão que chegou..Vou sentir tanta falta disso aqui ):
Mas como dizem, não é o final é só o começo do que está por vir.

Não faria sentido continuar com esse blog, por isso criei um novo para falar sobre a minha experiencia em NY e outras coisinhas que eu gosto. O nome é "It's Gaby". Não é muito criativo, eu sei, haha. Pelo menos é fácil de lembrar.
O link é http://www.itsgaby.blogspot.com/
Espero ver vocês por lá.

Beeeeeijos <3

@gabrielaalegre
subscribe (assine)>https://www.facebook.com/gabrielaagz


17 Despedida

domingo, 17 de junho de 2012
Segunda foi provavelmente um dos dias mais difíceis da minha vida.
Acordei as 5:30 am para terminar as malas, meu quarto estava finalmente vazio e o único que eu tentava fazer era não chorar.
Pela manhã, o Watson (cachorro) veio no meu quarto como de costume, o que me deixou ainda mais triste. O café da manhã foi super americano, com ovos mexidos e bacon, muuuito bacon. <3 Enquanto estavamos na mesa, aproveitei para dar o presente simples mais fofo que eu havia comprado para a minha família. Um quadro escrito "Family" com espaço para 10 fotos. Sim, é grandinho.
Nessa hora não me aguentei. Comecei  o meu movimento classico, abanando meus olhos rapidamente para que as lágrimas não saíssem. Claro que a minha teoria de que eu vou seca-las fazendo isso não funcionou.

De banho tomado, malas no carro, tinha chegado a hora de me despedir do cachorro. Vocês não tem noção o quanto eu me apeguei ao Watson ):
Ele tava no sofá, sem claro entender nada, eu o abraçando e chorando como se estivesse me despedindo de um parente. haha
A ida para o aeroporto foi ainda mais triste. Eu me senti mal pela minha host sister (Greta), que teve que me aturar durante a viagem inteira secando as lágrimas. Foi fofo que nos colocamos nossas músicas preferidas e cantamos por uma quase ultima vez. Músicas como> super bass, what makes you beautiful, lmfao, mean e até country.
No aeroporto estavam a Cindy e a Ava (minha primeira familia), o meu YEO do Rotary, o Doug, a mulher dele e outro rotariano.
Fiz o check in, minhas malas estavam dois quilos acima do autorizado. O atendente foi gente boa e não me fez pagar pelo excesso, também se fizesse seria um absurdo, não é?
Ficamos jogando conversa fora até a hora do adeus chegar.. De repente estavamos todos chorando, sem exceção. O que mais me chocou foi ver o meu YEO do Rotary chorando.
Por isso eu digo que o Rotary não é que nem as outras agencias, eles cuidam de você e não se importam com o seu dinheiro. O Doug falava comigo no minimo duas vezes por semana, verificando como eu estava.. além de me encontrar no meetings do Rotary e resolver os meus probleminhas. Ainda assim, não esperava as lágrimas.
Minhas duas familias estavam chorando, foi triste e fofo ao mesmo tempo. Outra que me surpreendeu foi a minha host sister Greta. Eu achei que ela choraria, admito, haha. Mas não tanto. Foi super fofo. Ela nunca foi de expressar os sentimentos, pelo menos não comigo. E como eu sou do mesmo jeito, ficavamos sempre na mesma.
Um deles me disse: Isso não é o final, é só o começo. E o mais importante, todos me disseram: I will see you later (Eu te verei mais tarde). Sim, claro que sim. Eu com certeza vou voltar pra essa mini cidade que me fez aprender tanto, tão rápido, em tão pouco tempo.
 Ballweg's
 Cara de choro sem maquiagem detected.
 Reed's
 Sharon, Bill e Doug. Rotarianos <3



Na final para a segurança as lágrimas ainda escorriam. Eu tentava pensar em NYC e com isso sorria algumas vezes, haha.
Passar pela segurança foi um sufoco! Com a minha mala de mão de 25kg e mais uma bolsa enorme como item pessoal eu tinha certeza que seria barrada.
Passei pelo detector de metais, foi tudo bem. Quando as minhas malas passaram pelo raio x que foi o problema. Pediram para abrir as duas. Na hora eu gelei né, o que eles estavam vendo de errado? O problema foi com a minha quantidade de colares, que estavam todos juntos e eles tiveram que abrir e analisar-los e o mesmo aconteceu com a minha sacolinha de chocolates (sou gorda). Como não tinha dorgas, nem nada ilegal, consegui passar pelo teste numa boa.
O pessoal que veio comigo no aeroporto ainda estavam me esperando. De longe gritei "I love you guys" e com muito peso no braço segui o meu caminho ao avião.


6 Malas, lágrimas e bonfire

sábado, 16 de junho de 2012
Fazer a mala foi um sacrifício! Eu tinha tanta coisa que não sabia nem onde colocar. Detalhe que tive que deixar algumas coisas em Wisconsin (que vão me mandar por fedex) para que eu não tivesse que pagar 300 reais por uma mala extra.
Estava tudo espalhado pelo quarto, isso me enlouquecia. Minha vontade de gritar e abandonar tudo era enorme haha
Meu host dad veio me ajudar a terminar as malas. Acabei tendo duas malas grandes, mas um bolso (enorme) de mão, mais uma malinha que era para ser dessas que não despacha, que eu acabei colocando 25kg nela. Além de uma sacola aleatória com os documentos e dois chapéis na cabeça.

No Domingo almocei no "Culver's" pela ultima vez </3 A melhor fast food de Wisconsin. Sério, passa do McDonals.
De noite minha host vó veio jantar conosco e uma das tias fez uma visita. Eu estava me segurando o dia inteiro para não chorar.. com elas não me aguentei ):

De noite fizemos um bonfire. Algo que é bem tradicional aqui, com direito a marsmallow de verdade, chocolate e biscoito. Meus principais amigos vieram e os que não puderam já tinham passado de tarde na minha casa. Foi divertido e triste ao mesmo tempo. Era estranho ver eles combinando coisas para fazer no futuro, sabendo que eu não estaria ali.